Diretora administrativa: Rosane Michels
Quarta-feira, 18 de Julho de 2018
Pagina inicial Utimas notícias Expediente High Society Galeria Fale conosco
QI
Boomerangue Blue
Data:03/07/2018 - Hora:09h22

Lembra daquele Boomerangue Blue,  de Legião Urbana, tema musical da novela O Outro Lado do Paraíso? Curiosamente me lembrei do verso cantado pelo Renato Russo: “Tudo o que você faz, um dia volta prá você,” e sabe que volta mesmo, né? Daí, a gente ter de se cuidar, se auto-patrulhar, evitando precisar pedir desculpas a outrem, por algo mal feito, ou impensadamente feito, não importa. Amarelou o sinal, esquerda volver, dois passos atrás, reflexão, parar por aí e se conscientizar sobre futuras consequências daquilo que fazemos ou dizemos, de bom e de mau, melhor, que de bom, pois assim, o que voltará pra nós, será idem. Infelizmente, muita gente costuma não dar muita importância a certas coisas erradas que comete, até sofrer na pele a dor que aquilo possa acarretar. É fato, que a gente não pode dar demasiada importância a tudo o que vierem nos aconselhar ou alertar, uma vez que o medo não pode ser a única tônica a mover a nossa vida. Como diz a blogueira Thaís Prado, é preciso ousar e passar por cima de muitos temores, caso queiramos ir além, caso tenhamos ambições maiores do que o nosso limitado horizonte nos apresenta, pois, sob pena do medo roubar nossos sonhos, tolhendo-nos, muitas vezes, do tanto que se encontra à nossa frente. Concordo com Thaís, desde que esta ousadia, este tal avanço misto de ambição, a busca de sonhos, não ocasione mazelas ao próximo, mesmo que estranho aos nossos contatos e meios. Lutar todos nós devemos, lutar pelo nosso bem e dos que estão ao nosso lado e ou nos são caros; vencer sem derrotar o semelhante e sim, os problemas, deve ser a meta cidadã professa; Afinal, fazer o bem sem olhar à quem, longe de ser virtude é um dever, sem esquecer que muito faz, quem não atrapalha. Não por medo, mas por cautela, jamais devemo-nos olvidar da lei da causa e efeito, uma lei universal, um preceito de suma importância, para quem estuda e quer ter bons resultados com a lei da atração e as demais forças Universais. Sabiam que ela remonta a séculos, quiçá, milênios? Pois é, antes dos grandes gurus contemporâneos a ensinarem, Isaac Newton no século XVII e Jesus a mais de dois mil anos atrás, já citaram essa lei. Newton com o conceito da ação e reação e Jesus com a famosa história da lei da semeadura. Não é preciso ser religioso, frequentar uma igreja, para conhecer a Bíblia Sagrada, aliás, Deus nunca teve religião ou igreja e suas escrituras são eternas, sábias e mencionam em Gálatas, o nono livro do Novo Testamento, (GL. 6:6-8 “Não vos enganeis; Deus não se deixa escarnecer; pois tudo o que o homem semear, isso também ceifará. Porque quem semeia na sua carne, da carne ceifará a corrupção; mas quem semeia no Espírito, do Espírito ceifará a vida eterna.” Fácil a assimilação não é mesmo? Sobre a lei de Newton, ela descreve o resultado da interação entre duas forças, ou seja, para toda ação (força) sobre um objeto, em resposta à interação com outro objeto, existirá uma reação (força) de mesmo valor e direção, mas com sentido oposto. Essa força que Newton diz e que a gente deve cultivar, precisa sempre ser a força do bem, assim, a reação à nossa ação, será benéfica, como a semente que plantarmos e cultivarmos, deva ser igualmente do bem, para germinar coisas boas. Concluindo, a vida só pode ter valor, se vivermos para o bem geral, lutando sim, mas municiados de bons pensamentos e ações. ***___Rosane Michelis – jornalista, pesquisadora, bacharel em geografia e pós em turismo.




fonte: Rosane Michelis



AREEIRA anuncie
»     COMENTÁRIOS


»     Comentar


Nome
Email (seu email não será exposto)
Cidade
 
(Máximo 1200 caracteres)
Codigo
 
Publidicade
zoom
High Society
Com eficiência ímpar, as funcionárias da Biblioteca Municipal de Cáceres, Carla Kruger e Divina Aparecida Santos Conchev, estão sempre buscando divulgar com dinâmica e eficiência aos frequentadores da casa de cultura da Rua Padre Casimiro, as atividades lúdicas do estabelecimento, voltado à salutar pratica da leitura e pesquisas.  Registramos marcando mais um golaço no placar da vida Wellyngton Maciel, que recebe os abraços calorosos da companheira Darlene, da mãe Isabel, do filhão Samuel e do rol de amigos.  Que essa data se reproduza por muitos anos, sendo festejada com saúde e felicidades são os nossos votos.  Ilustrando a página hoje, a simpática professora Elaine Glerian, do corpo docente da Escola Estadual Onze de Março, (antiga Ceom) na disciplina de química, articuladora do Projeto Parlamento Jovem no estabelecimento de ensino de Cáceres, que teve este ano um aluno selecionado.
Ultimas norícias
Exediente
Versão impressa
High Society
Fale conosco
VARIEDADES
POLÍTICA
POLÍCIA
OPINIÃO
ESPORTES
EDITORIAL
ECONOMIA
CIDADE
ARTIGO
Jornal Correio Cacerense 2015
Copyright © Todos direitos reservados