Diretora administrativa: Rosane Michels
Domingo, 27 de Maio de 2018
Pagina inicial Utimas notícias Expediente High Society Galeria Fale conosco
JUBA
Prazo de Validade
Data:17/05/2018 - Hora:08h29
Prazo de Validade
Reprodução Web

Daqui a três meses começa o barulho com o começo da temporada do Circo Brasil, abrindo a opera bufa das eleições, barulho de carro de som, comícios, promessas e outras zoeiras, scripts de marqueteiros, promessas e outras quizumbas, que tem muita gente besta prá ouvir e ainda acreditar em sexo dos anjos. Hoje queremos aqui abordar o perigo das artes e artimanhas com prazo de validade, comuns e pouco observadas nas campanhas políticas, por exemplo, as furadas de tirar o fôlego de quem prioriza qualidade. Veja o leitor o caso dos slogans, perigosos quando ilustrados, muito usados pelos governantes, cada um com sua marca registrada, deletando o anterior, no caso, rei posto, rei morto e manda bala que os bobos da corte nem se tocam. Falamos da marca do atual governo sem voto, que há dois anos passados, exatamente em maio de 2016, adotou "Ordem e Progresso" como lema, certo? Errado, pois com 5 estrelas a menos, a bandeira da logo escolhida à época foi usada na ditadura. Aquela versão resgatada pela equipe de Temer foi usada entre 1960 e 1968, com sua marca de validade, claro, vencida, pois o atual governo deixou de contabilizar, no logotipo apresentado por sua equipe, cinco das 27 estrelas que hoje estampam a bandeira do Brasil. Aí, mora o perigo do prazo de validade, pois com o slogan “Ordem e Progresso”, inspirado no lema positivista do século XIX, a imagem usada em 2016, traz apenas 22 estrelas; uma versão desatualizada da bandeira do Brasil, usada entre 1960 e 1968, ano em que foi baixado, pelo governo do general Costa e Silva, na ditadura militar, o Ato Institucional número 5 (AI-5), que permitiu uma série de ações arbitrárias e violentas durante o regime. Voluntário ou involuntário, o mico do publicitário que engoliu cinco estrelas, pecou duplamente, haja vista, a trágica volta ao sombrio passado do país, mostrando e provando a importância de um trabalho de pesquisa, quando se trata de datas e dados. Quando este editor compôs a marchinha pantaneira para o Festival Internacional de Pesca de Cáceres, teve o cuidado de não vincular a versão do evento, portanto, com validade sem prazo de vencimento, o oposto da musica Rota do Paraíso, especificamente composta para os 240 anos de Cáceres. Veja o leitor que na criação e produção de algo, sobretudo em campanhas publicitárias, (jingles e spots) a questão de prazo válido deve ser verificado em detalhes, sob pena de efeitos colaterais, semelhante acreditamos, ao prazo de validade dos remédios. Pode parecer insignificante, sem problemas, afinal, poucos são os que se atentam para os mínimos detalhes; ledo engano, pois vem de nossos avós aquele jargão de que a diferença entre o remédio e o veneno é apenas a dose, muito oportuno para o atual momento empresarial, político e econômico que estamos vivenciando no Brasil. Na base do escreveu, não leu, o pau comeu, a gente cuida bem do inserido neste espaço, nas demais páginas deste diário, enfim, de tudo que fazemos no dia a dia e mesmo assim, cometemos alguma gafe de vez em quando, mas sempre atento ao prazo de validade.




fonte: Da Redação



JBA AREEIRA
»     COMENTÁRIOS


»     Comentar


Nome
Email (seu email não será exposto)
Cidade
 
(Máximo 1200 caracteres)
Codigo
 
Publidicade
Multivida
High Society
A Estação do Outono decreta três dias de felicidades, lédice e júbilo, face ao níver da Rosa-Flor-Mulher Rosane Michelis, que na próxima segunda feira, 28, estréia nova idade, em clima festivo com seus familiares e uma legião de amigos. Integrando este rol privilegiado, queremos ao registrar as homenagens à aniversariante, com amplexos e votos de felicidades mil à titular desta coluna, inserindo um very good Happy Birthday, blonde Rosane! A sempre simpática Maridalva Amaral Vignardi, decana titular da Radio Difusora de Cáceres, curtindo o sucesso da nova Nova FM, 97,3, que substituiu a AM 820. Ela afirmou que a Nova FM só tocará musica sertaneja e aplaudiu as musicas do jornalista musico do Correio Cacerense Lorde Dannyelvis, que passam a fazer parte do repertório da emissora. Felicidades, Paz, Amor e vitórias é o que desejamos a elegante Milene Oliveira, nossa eterna Miss Cáceres, que celebrou data nova e merece nosso forte abraço. Feliz Aniversário!!!
Ultimas norícias
Exediente
Versão impressa
High Society
Fale conosco
VARIEDADES
POLÍTICA
POLÍCIA
OPINIÃO
ESPORTES
EDITORIAL
ECONOMIA
CIDADE
ARTIGO
Jornal Correio Cacerense 2015
Copyright © Todos direitos reservados